domingo, 18 de fevereiro de 2018

Os Loucos da Rua Mazur


Prémio Leya 2017, este é o segundo romance de João Pinto Coelho que ficámos a conhecer com o excelente Perguntem a Sarah Gross .
Yankel e Eryk são dois amigos inseparáveis na Polónia do final da década de 30 do século XX. A entrada de Shionka nas suas vidas vai mudar o destino de ambos. O início da Segunda Guerra Mundial e a consequente ocupação da Polónia primeiro pelos Soviéticos e pelos Alemães depois, vão destruir a pacata cidade onde todos viviam.
Setenta anos depois dos acontecimentos o trio reencontra-se e, tendo como mote a escrita de um romance sobre os seus dias de juventude, somos levados a percorrer os seus caminhos naqueles tempos de guerra em que para além da crueldade dos ocupantes tiveram de ultrapassar as suas divergências e dificuldades. Mas será que a amizade que os unia sobreviveu a tantos e tão destrutivos ataques? 
Numa narração a dois tempos em que vamos descobrindo os segredos dos protagonistas, João Pinto Coelho consegue agarrar-nos do início ao fim deste belo romance.


quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

O Retrato



O regresso aos clássicos proporciona sempre uma garantia de qualidade e a certeza de uma leitura prazenteira. Nikolai Gógol é um desses autores que se lê sempre com gosto.
Neste conto conhecemos a história de um jovem pintor e da mudança que a sua vida sofre após a aquisição de um retrato cujo olhar enigmático é marcante para todos aqueles que o vêm. Uma verdadeira encarnação do mal, este retrato transporta-nos ao lado negro da humanidade. A inveja e a avareza são aqui retratadas de forma brilhante. Também a arte é aqui discutida tendo como pano de fundo a cidade de São Petersburgo.