sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Otimismo e não Desespero


Noam Chomsky é um nome mundialmente conhecido e uma referência na área da filosofia e da linguística sendo também um ativista político. 
Nesta edição recente da Elsinore podemos ler as entrevistas que deu ao jornalista Polychroniou entre 2013 e o início de 2017.
De grande atualidade, este livro aborda as temáticas "quentes" do momento: o capitalismo desenfreado, o desaparecimento do Estado Social, as questões do ambiente, com todas as atenções viradas para o aquecimento global, etc. 
De leitura fácil e empolgante recomenda-se a todos aqueles que se preocupam com o mundo que os rodeia.

terça-feira, 9 de janeiro de 2018

A Baía



Este livro é a prova, se é que era necessária, de que um pequeno livro pode ser uma verdadeira obra de arte.
Na sua escrita poética, Cynan Jones- o mesmo de A Cova, sobre o qual escrevi aqui - faz o relato das desventuras de uma homem que decide fazer-se ao mar no seu barco para pescar e é apanhado por uma súbita tempestade.
De forma progressiva mas desordenada as memórias vão surgindo e vai-se apercebendo da sua situação e de como deverá agir para conseguir regressar a terra. Irá conseguir?
Um escritor considerado um dos grandes nomes da nova literatura Inglesa. Plenamente justificado.

sábado, 6 de janeiro de 2018

Garman & Worse


A história de duas famílias que partilham um negócio é a base deste romance do Norueguês Alexander Kielland. Os altos e baixos do negócio e da relação entre os sócios, bem como a forma como são analisados pela sociedade à sua volta - que depende em grande parte deles - a luta de classes e a batalha pela emancipação feminina são aqui expostos numa escrita profunda e cheia de humor, naquele que é considerado o romance naturalista expoente máximo da literatura deste país.
Uma leitura deliciosa!

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

A Carne


Soledad é uma mulher de 60 anos que se vê só, sem filhos, com a carreira em risco e com um corpo que começa a atraiçoá-la. Perante este cenário agarra-se à primeira oportunidade e envolve-se numa relação ambígua e desesperada com Adam, um gigolô mais novo.
Neste delicioso romance, cheio de suspense e muito ritmado, a autora, Rosa Montero, escreve sobre a vida e o que fazemos dela, da forma como encaramos o envelhecimento e a morte, da importância do amor. Tudo isto enquanto a protagonista vai preparando uma exposição sobre escritores malditos e se vê envolvida em lutas de poder. As referências literárias constantes e os paralelos entre a literatura e a vida, a total nudez psicológica de Soledad e a ironia da escrita fazem deste romance um livro de leitura obrigatória.

sábado, 30 de dezembro de 2017

Feliz 2018



A Livraria e Papelaria Soares deseja a todos os seus clientes um ano de 2018 rico em leituras e em todas as atividades que os façam felizes!

Distância de Segurança


O primeiro romance da já muito aclamada escritora Argentina Samanta Schweblin incomoda, inquieta e deixa-nos uma sensação de desconforto.
A partir do seu leito de morte num hospital Amanda conta-nos, auxiliada por David, o início do fim da sua vida: De férias no campo com a sua filha Nina, Amanda conhece Carla e o seu estranho filho,  David. Carla conta-lhe o drama que se abateu sobre si com a repentina mudança que o seu filho sofreu após uma intoxicação.
A relação mãe-filha e o laço que as une são quebrados pela entrada destes estranhos nas suas vidas e as perguntas que ficam são muitas: o que conseguimos controlar nas nossas vidas? Quais as decisões que nos levam à perdição? O que é real? 
O suspense mistura-se com a fantasia e a angústia nesta história em que o final não pode ser feliz. 

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Veracruz


Olivier Rolin leva-nos até à cidade Mexicana que dá o título ao livro e aí encontramos um homem que veio dar umas conferências sobre Proust. Num bar da cidade conhece uma mulher com quem irá ter uma relação tórrida até ao misterioso desaparecimento desta. Uns dias depois, e enquanto espera que ela reapareça, é-lhe enviado para o hotel onde está hospedado um manuscrito onde quatro pessoas fazem cada uma o seu relato de uma cena de grande tensão e violência, onde os princípios morais e os escrúpulos estão ausentes. Poderão estes relatos estar relacionados com a mulher com quem se envolveu? Muitos anos depois, o narrador decide contar-nos essa história. Mas o que é a realidade? Esta história é real ou será apenas literatura? Qual o sentido do que nos acontece? Estas e muitas outras questões são colocadas pelo narrador numa escrita envolvente e inquietante.

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

O Monarca das Sombras


Javier cercas não carece de qualquer apresentação para aqueles que vão seguindo os grandes nomes da literatura atual. Este romance confirma-o, mais uma vez, neste grupo.
O autor fala-nos da sua relação com o protagonista: Manuel Mena seu tio-avô, morto durante a guerra civil Espanhola quando combatia nas tropas de Franco. Considerada por Cercas um motivo de vergonha familiar, esta figura irá persegui-lo durante a sua vida até ao momento em que decide escrever a sua história.
O Monarca das Sombras é o resultado de uma pesquisa de anos e de uma busca interior das quais o autor nos vai falando e que vamos acompanhando na sua evolução, desde a negação à admiração. 
A guerra e a impossibilidade da justiça da mesma, as feridas que deixa nas famílias mas também na sociedade, o heroísmo e a sua inutilidade e a dificuldade em lidarmos com o nosso passado são aqui tratados de forma brilhante, num livro  que é um ajuste de contas emotivo, cheio de humor e altamente anti-bélico com o seu passado.

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

O Caminho Imperfeito


O novo livro de José Luís Peixoto é novamente um livro de viagens.
As suas várias passagens pela Tailândia servem de base para o livro. Mas não só deste país se trata, temos também Las Vegas ou o sempre presente Alentejo da sua infância.
O livro faz-se de episódios vários, uns insólitos, outros divertidos e outros ainda que nos interpelam. Temos aqui exuberância e exotismo mas também muita intimidade, tudo com o estilo habitual deste autor.

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

A Estrada Subterrânea


Prémio Pulitzer, National Book Award, Indies Choice Book Award, Andrew Carnegie Medal for Excellence, Finalista Do Booker prize.
Colson Whitehead marcou muitos pontos com este romance à volta da escravatura nos Estados Unidos. A fundação da nação com base na escravatura e no extermínio dos povos indígenas, o racismo e as suas sequelas no país ainda na atualidade, são estas algumas das questões focadas neste romance onde acompanhamos Cora, uma escrava, na sua fuga.Entre as muitas peripécias que esta vai vivendo há muito medo e dor mas também muita fé e esperança. Uma viagem por alguns estados, sendo uns abolicionistas e outros esclavagistas mas tendo todos em comum a grande dificuldade que é a vida para aqueles que são diferentes.